Cirque du Soliel, gigante do setor cultural, passa por dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus

Por Patricia Braga
29.07.2020

 

Uma das primeiras recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), e organizações líderes dos governos mundiais foi o isolamento social, consequentemente o distanciamento social.  E um dos primeiros setores a sofrer com o encerramento das atividades foi o setor cultural

A arte mais antiga de entreter e alegrar o público passa por grandes dificuldades por causa da pandemia da Covid-19, que iniciou em março deste ano e permanece até o momento. Muitas companhias de arte, como circos, teatros e dança, buscam formas de se reinventar e acabam se adaptando às novas necessidades.

Um dos espetáculos mais famosos do mundo passa por desafios preocupantes com cancelamento de espetáculos e demissão de funcionários. O grupo Cirque du Soliel, uma das gigantes no ramo de espetáculos circenses, que mantem sua sede em Montreal, no Canadá, demitiu recentemente milhares de funcionários devido à crise econômica. Criada na década de 80, a companhia já passava por intercorrências financeiras. A situação econômica se agravou com a pandemia mundial da Covid-19.

 

Cirque du Soleil Público
https://www.cirquedusoleil.com/press/photos-videos/13

 

Presente em mais de 60 países, o Cirque de Soliel, se destaca de forma original no meio circense. Ao invés de animais no picadeiro, quem garante o espetáculo e entretenimento do público são os artistas através de apresentações de alto desempenho, que já foi visto por quase 200 milhões de pessoas no mundo.

Foram 44 espetáculos cancelados e mais de 4 mil funcionários demitidos desde o início da pandemia. A empresa entrou com pedido de recuperação judicial no final de junho, a fim de evitar a falência da companhia. 

Em entrevista à rede CNBC, Daniel Lamarre, Presidente e CEO do Grupo Cirque du Soliel, fala sobre propostas de acionistas do grupo para injetar recursos financeiros a fim de passar pela crise e garantir projetos futuros da companhia.

O grupo também anunciou, no fim de junho, um plano abrangente para retomada dos negócios. “Sob os termos do Contrato de Compra proposto, os Patrocinadores injetarão US $ 300 milhões em liquidez nos negócios reestruturados para apoiar um reinício bem-sucedido, fornecer alívio aos funcionários e parceiros afetados pelo Cirque du Soleil e assumir algumas das obrigações pendentes da Companhia, inclusive em relação aos titulares de ingressos, afetados pelo cancelamento dos shows”. 

O Contrato de Compra proposto prevê ainda, como parte dos US $ 300 milhões, a criação de um fundo de funcionários dedicado de US $ 15 milhões para assistência a funcionários demitidos e um fundo de US $ 5 milhões para pagar dívidas da Empresa para artesãos e artistas freelancers.

“Nos últimos 36 anos, o Cirque du Soleil tem sido uma organização altamente bem-sucedida e lucrativa. No entanto, com receita zero desde o fechamento forçado de todos os nossos shows devido à COVID-19, a administração teve que agir decisivamente para proteger o futuro da empresa”, disse Daniel Lamarre, Presidente e CEO do Cirque du Soleil Entertainment Group. “O forte compromisso dos Patrocinadores - que inclui fundos adicionais para apoiar nossos funcionários, contratados e parceiros críticos, todos importantes para o retorno do Cirque - reflete nossa crença mútua no poder e no potencial de longo prazo de nossa marca”, complementa.

 

Sobre o Cirque du Soleil Entertainment Group 

 

O Cirque du Soleil Entertainment Group é líder mundial em entretenimento ao vivo. Além de produzir shows de artes circenses de renome mundial, a organização canadense leva sua abordagem criativa a uma grande variedade de formas de entretenimento, como produções multimídia, experiências imersivas, parques temáticos e eventos especiais. Indo além de suas várias criações, o Cirque du Soleil Entertainment Group visa causar um impacto positivo nas pessoas, comunidades e no planeta com suas ferramentas mais importantes: criatividade e arte

 

Fonte (s) da notícia: Imprensa Cirque du Soliel: https://www.cirquedusoleil.com/press/news/2020/cirque-du-soleil-entertainment-group-comprehensive-plan-to-restart-business 

 


Patricia Braga

Por Patricia Braga

Jornalista e Bacharel em Letras. Possui experiência em produção e revisão de conteúdos jornalísticos e materiais de apoio, tendo passado pelos setores de construção sustentável, crédito imobiliário, comércio e varejo.

Pesquise sobre o assunto desejado no Portal Usina dos Atos!