Informações

Começa em: 18/03/2021 as 20:00:00
Termina em: 18/03/2021
Carga Horária: 1 horas
Público Alvo: Artistas Independentes, Coletivos, Comunidade, Educadores/Professores
Área: Cidadania e Território, Direitos Humanos, Educação, Projetos
Projeto: Usina dos Atos
R$ 0.00

 

Nos próximos dias 04, 11 e 18 de Março, sempre às 20h00, o Coletivo Usina dos Atos realizará um ciclo de lives sobre: Artes e Periferia - Perspectivas da Pandemia, uma sequência de três encontros virtuais com integrantes do Coletivo e convidades do setor cultural paulistano.

A ideia é propor um tempo para dialogarmos sobre o momento pandêmico em que nos encontramos no Brasil desde Março de 2020, que reconfigurou as rotinas e vivências de toda a população, afetando drasticamente a classe trabalhadora, inclusive àquela que sempre teve no encontro com o público, o seu fazer - a classe artística.

O foco das três conversas é evidenciar as várias dimensões quanto aos hábitos, necessidades, possibilidades e rotinas do trabalhador da cultura, especialmente o artista periférico, procurando destacar suas especificidades neste momento de quarentena.

 

LIVE 3 - 18/03/21

LIMITES E PERSPECTIVAS

Por fim, encerrando o ciclo em 18 de Março, Paulo Reis recebe o Músico e Ator, Aloysio Letra e a Atriz, Produtora Cultural e Sanfoneira, Amanda Nascimento, para juntes pensarem no pós pandemia, buscando apreender as ressignificações desses últimos meses e como o setor cultural reconfigurou-se para resistir e existir em um mundo no qual, o encontro com o outro, sem medos, poderá novamente ser possível.

SOBRE ALOYSIO LETRA (CONVIDADO):

Formado em canto Popular pelo Centro Paula Souza (Etec de Artes) e pesquisador de culturas tradicionais negras. Durante dois anos intérprete-criador do Núcleo de Sonoridades da Escola Livre de Teatro de Santo André, como aprendiz da fonoaudióloga e preparadora vocal Lucia Helena Gayotto. 

Em cinema é revisor de roteiros e continuísta, aprendiz de Florence Weyne Robert (continuísta), Adriana Falcão (dialoguista), Doc Comparato (roteirista de TV), Robert Mckee (Script-doctor), Aleksei Abib (Script-Doctor), dentre outros grandes profissionais da dramaturgia cinematográfica mundial. Em teatro atua como ator, performer circense e compositor de trilhas sonoras.

Cantor e compositor da periferia da zona Leste, Letra compõe canções singulares e interpretações sensíveis das ancestralidades afro-brasileiras, numa MPB sambada e temperada, resultante de sua trajetória cantando em bares, saraus e de sua passagem por diversos grupos de São Paulo, entre eles Baque Bolado, Balé Popular Cordão da Terra, Grupo Cangarussú e Abaçaí – Balé Folclórico do Estado de São Paulo e Bloco Afroafirmativo Ilú Inã. Letra circula atualmente em carreira solo, com o show “Instantes”.

SOBRE AMANDA NASCIMENTO (CONVIDADA):

Amanda Nascimento é atriz formada pelo Instituto de Artes da UNESP, produtora cultural, sanfoneira e pesquisadora de Gênero, Raça e Classe e criadora do Podcast Se Essa Rua Fosse Nossa.

SOBRE PAULO REIS (MEDIADOR):

Mestre em Ciências Humanas e Sociais pela UFABC, bacharel e licenciado em Ciências Sociais pela UNIFESP. Tem experiência com participação e militância em campanhas eleitorais (2012 e 2014) e novas práticas de ensino e aprendizagem. Foi Monitor no Projeto “Ciências Sociais entre 2010 e 2011, na Unifesp, Linguagens e Tecnologias de Comunicação”, onde ajudou no desenvolvimento e sistematização de conteúdos e processos educativos relacionados ao ensino de Ciências Sociais por meio de tecnologias de informação e comunicação (TIC's). Atualmente é Instrutor do Programa Cooperjovem do Departamento de Promoção Social no Sescoop/SP e Educador Social no Projeto 1ª CENA dentro do Coletivo Usina dos Atos.

Instrutor

Pesquise sobre o assunto desejado no Portal Usina dos Atos!